Uso de dispositivo sônico para aplicação de sistema adesivo em lesões  cervicais não-cariosas

Uso de dispositivo sônico para aplicação de sistema adesivo em lesões cervicais não-cariosas

Vol. 5 – Número 17 – 2013
 
CADERNO DE ODONTOLOGIA CLÍNICA
 
Relato de Caso / Case report
 
Página 171-178
Uso de dispositivo sônico para aplicação de sistema adesivo em lesões cervicais não-cariosas
Application of an adhesive system in non-cervical carious lesions using a sonic device
 
Issis Virginia Luque Martinez1
Viviane Hass1
Andres Felipe Cartagena Molina1
Miguel Angel Muñoz2
Alessandra Reis3
Alessandro D. Loguércio4
 
Resumo
Infelizmente, os adesivos ao se tornarem cada vez mais simplificados passaram a ter menor longevidade da união, em especial, a dentina, o que pode afetar a durabilidade das restaurações de resina composta em dentes anteriores e posteriores. Este artigo apresenta o relato de caso do uso de um dispositivo sônico vibratório (SMART) para aplicação de um sistema adesivo como universal, já que devido a presença na sua composição de monômeros que promovem adesão química às estruturas dentárias, poderia ser usado associado ou não (técnica autocondicionante) ao ácido fosfórico. Após isolamento da lesão cervical não cariosa a ser restaurada, o biselamento do esmalte foi realizado. Na sequência, o adesivo foi aplicado como um adesivo autocondicionante. A diferença deste caso é que ao contrário da aplicação manual, o microbrush foi acoplado no dispositivo SMART que ao ser acionado realizada movimentos sônicos vibratórios na faixa de 160-170 Hz. Isto permite padronizar a aplicação do adesivo, melhorando a infiltração do monômeros resinosos dentro da camada híbrida, reduzindo poros. Associado a isto, esta vibração auxilia na remoção do solvente melhorando a qualidade do polímero produzido quando em contato com o substrato. A seguir, a restauração com resina composta foi finalizada. A literatura sobre o uso deste dispositivo demonstrou que o SMART pode potencializar a união ao dente. Este caso clínico mostrou que este dispositivo é de fácil uso e deve ser recomendado para uso diário na prática odontológica.
 
Descritores: Adesivos dentinários, Dentística operatória.
 
Abstract
Unfortunately, due to simplification of the bonding protocol, the long-term durability of the adhesives was reduced, especially in dentin, which can affect the durability of anterior and posterior composite restorations. This article presents a clinical case report where a sonic device (SMART) was used for the application of an adhesive as a universal adhesive (which can be used in the self-etch and etch-and-rinse mode). This is possible because the adhesive contains in its composition a monomer that promotes chemical adhesion to tooth. In the non-carious cervical lesion, rubber dam application, following the bevel in enamel was performed. In the next step, the adhesive was applied on the cavity as a self-etch material. The difference between conventional adhesive application and the one employed in this clinical case report is that the microbrush was not manually applied but attached to the tip of the sonic device, which produces a vibration in the range of 160-170 Hz. This allows standardization of the adhesive application, increased resin infiltration in the dental substrates and higher solvent evaporation producing stronger hybrid layers with reduced porosity. After adhesive application, the composite resin was incrementally applied in the cavity. The literature about this sonic devices reported that it maximizes the bond strength with the dental structure and the present clinical report showed that this is a feasible and easy technique for clinical use.
 
Descriptors: Dentin-bonding agents, operative Dentistry.
 
1DDs, Ms, Alunos de Doutorando em Odontologia – Depto. de Odontologia – UEPG – Ponta Grossa/PR.
2DDs, Ms, Aluno de Doutorando em Odontologia – Depto. de Odontologia – UEPG – Ponta Grossa/PR., Prof. Faculdade de Odontologia da Universidad de Valparaíso – Valparaíso/Chile.
3Profa., Depto. de Odontologia – UEPG, Ponta Grossa/PR.
4DDs, Ms, PhD, Prof., Depto. de Odontologia – UEPG, Ponta Grossa/PR.

Deixe um comentário

Precisa de ajuda?