Pin Up Casino

Técnica laboratorial para condicionamento superficial de restaurações cerâmicas.

R$ 56,00

Descrição

Ao se realizar a cimentação de restaurações indiretas, independente do material que compõe a restauração, suas superfícies internas devem ser limpas e/ou condicionadas.
Os tratamentos superficiais indicados para dentes e restaurações cerâmicas são distintos como descrito por Oztürk E. e cols2. Até mesmo dentro da família das restaurações cerâmicas, dependendo da sua composição específica, tratamentos diferentes devem ser realizados, seguindo sempre as recomendações dos fabricantes.
De modo geral, a superfície interna das restaurações pode necessitar de tratamento mecânico e químico, o que pode ocorrer através de jateamento com óxido de alumínio, ácido Fluorídrico, silanização e/ou sistemas adesivos3.
A força de adesão entre o substrato cerâmico e os cimentos resinosos é sensível a muitas variáveis como o tipo de cimento utilizado e ao método empregado no tratamento da superfície1. A fim de se evitar que este condicionamento atinja superfícies onde não se deseja adesão do cimento ou comprometa a lisura superficial da restauração, deve-se criar barreiras que impeçam tal intercorrência.
O objetivo deste artigo é descrever uma técnica de condicionamento superficial em uma restauração indireta em cerâmica, utilizando barreira em silicone, técnica que pode ser realizada em ambiente clínico e/ou laboratorial.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Técnica laboratorial para condicionamento superficial de restaurações cerâmicas.”
Precisa de ajuda?