PERSPECTIVAS ATUAIS NO USO DA TOXINA BOTULÍNICA NA IMPLANTODONTIA

R$ 56,00

Artigo em PDF para download

ATENÇÃO: Após a confirmação de pagamento você receberá em seu email cadastrado um link para download do arquivo em versão PDF e também será disponibilizado em nosso site um link para download do arquivo.
Tanto o envio do email quanto a disponibilização do link para download só serão efetivadas após a validação do seu pagamento.

Descrição

Vol. 2 – Número 8 – 2021

Revisão de literatura

Página 58-70
Perspectivas atuais no uso da toxina botulínica na Implantodontia

Wilson Victor Rogerini-Junior¹

RESUMO
A perda de um ou mais elementos dentários traz consequências funcionais, estéticas e muitas vezes psicológicas. O tratamento reabilitador com implantes osseointegráveis possibilita o reestabelecimento da estética, função, fonação, mastigação e deglutição. Para tais objetivos serem alcançados, cada caso deve passar por um minucioso planejamento reverso antes mesmo da instalação dos implantes e deve compreender os fatores objetivos de cada caso, desde os relacionados ao ato cirúrgico e a confecção da prótese; e também subjetivos que, entre outros, pode-se citar a avaliação da existência de oclusão desequilibrada bem como parafunções, fatores estes que podem contribuir com o fracasso imediato ou tardio do tratamento. Pacientes com diagnóstico de bruxismo e/ou sobrecargas oclusais podem ter algum tipo de complicação relacionada a falhas na osseointegração ou fratura dos implantes já instalados e em função, afrouxamento ou quebra dos parafusos ou componentes protéticos e até mesmo a quebra de restaurações. A toxina botulínica vem se mostrando uma boa alternativa no manejo de pacientes com esse tipo de parafunção, uma vez que se trata de uma neurotoxina que atua diretamente nos mecanismos de contração muscular. O objetivo deste trabalho de revisão de literatura foi compreender como a toxina botulínica pode contribuir com as boas práticas clínicas, melhorando a previsibilidade dos tratamentos com implantes osseointegrados.

Descritores: Implantodontia, toxina botulínica, bruxismo.

¹ Pós-graduação Implantodontia – FAOA – Faculdade de Odontologia da APCD.

DOI: 10.24077/2021285870

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “PERSPECTIVAS ATUAIS NO USO DA TOXINA BOTULÍNICA NA IMPLANTODONTIA”
Precisa de ajuda?