UTILIZAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA NO CONTROLE DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR MUSCULAR – RELATO DE CASO

R$ 56,00

Artigo em PDF para download

ATENÇÃO: Após a confirmação de pagamento você receberá em seu email cadastrado um link para download do arquivo em versão PDF e também será disponibilizado em nosso site um link para download do arquivo.
Tanto o envio do email quanto a disponibilização do link para download só serão efetivadas após a validação do seu pagamento.

Descrição

Vol. 2 – Número 8 – 2021

Relato de caso

Página 16-21
Utilização da toxina botulínica no controle da disfunção temporomandibular muscular – relato de caso

Renata Bandeira Lages¹
Clarice Martins do Nascimento Soares²
Yves Viana Ramalho Oliveira³
Natan da Costa Damaceno³

RESUMO
A disfunção temporomandibular (DTM) é um conjunto de distúrbios que envolvem os músculos mastigatórios, a articulação temporomandibular e estruturas associadas, causando sintomatologia dolorosa. A Toxina Botulínica tipo A (BTX-A) é uma neurotoxina que consegue diminuir a contração muscular, podendo ser usada para tratar casos de dor miofascial. Essa substância realiza um bloqueio na liberação de acetilcolina nos terminais nervosos colinérgicos pré-sinápticos, sem alterar a indução neural de sinais elétricos e promovendo, assim, uma paralisia ou relaxamento muscular transitório (favorecendo a diminuição da produção de ácido lático e consequentemente elevando o limiar de dor). Este trabalho objetivou apresentar um relato de caso onde foi usada a toxina botulínica tipo A no tratamento de uma paciente com DTM muscular, já que ela é uma medida paliativa para a DTM, cujo tratamento consiste na sua aplicação nos músculos masseter e temporal. Concluiu-se que essa técnica atuou de forma eficaz no alívio da dor da paciente, além de ser uma técnica não invasiva e reversível.

Descritores: Articulação temporomandibular, toxinas botulínicas tipo A, dor facial.

¹ Dr.ª em Ortodontia – SLMandic, Coord.ª e Prof.ª da Especialização em HOF – ABCD/PI.
² Pós-graduanda em Harmonização Orofacial – ABCD-PI.
³ Aluno de graduação em odontologia – UNINASSAU/PI.

DOI: 10.24077/2021281621

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “UTILIZAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA NO CONTROLE DA DISFUNÇÃO TEMPOROMANDIBULAR MUSCULAR – RELATO DE CASO”
Precisa de ajuda?