Herbst esplinte metálico fundido – novo modelo de confecção com Duralay

R$ 56,00

Descrição

Resumo
A má oclusão de Classe II é originária de vários fatores etiológicos e uma das características mais comum desta má oclusão é a retrusão mandibular3, por esse motivo, os aparelhos de avanço mandibular são eleitos para o tratamento e correção desta má oclusão. Um destes aparelhos é o Herbst, que apresenta várias formas de ancoragens na sua confecção10. Tradicionalmente, as bandas eram o sistema de ancoragem mais usado, no entanto, pela alta frequência de quebras as mesmas foram substituídas por esplinte metálico12. Esse aparelho quando confeccionado de cromo cobalto pelo método da prótese parcial removível, apresenta como desvantagens a quantidade de passos laboratoriais e a possível contração do metal, podendo ocasionar a má adaptação da estrutura metálica à boca do paciente. Dessa forma, este artigo apresenta um novo método de confecção do aparelho de Herbst esplinte metálico fundido com uso da Duralay e liga níquel cromo. Esse método diminui os passos laboratoriais, proporciona maior resistência à tração e minimiza a contração da estrutura metálica, pois a resina química Duralay proporciona menor expansão do que a cera2.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “Herbst esplinte metálico fundido – novo modelo de confecção com Duralay”
Precisa de ajuda?