Saúde bucal da gestante

Saúde bucal da gestante

Durante a gravidez, dentes e gengivas merecem uma atenção especial. Pensando nisso, os profissionais da rede de franquias odontológicas, Ortodontic Center, dão dicas para que a saúde bucal das grávidas esteja em dia durante este período.
 
De acordo com o diretor clínico e sócio-diretor da Ortodontic Center, Edmilson Pelarigo Antônio, a gestação é um período especial na vida de uma mulher, pois o organismo fica mais vulnerável, favorecendo o surgimento de placa bacteriana, cáries, doenças da gengiva e até mesmo infecções, devido às alterações hormonais. Neste caso, dentes e gengivas merecem atenção especial, já que pode haver o surgimento de sangramentos com maior frequência, mais conhecido como gengivite gravídica, caracterizada por uma inflamação gengival, que faz com que o tecido volumoso sangre facilmente ao toque.  
 
Além disso, as alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez aumentam os sinais de uma inflamação já existente na gengiva. Portanto, se no início da gestação a gengiva estiver sadia e a limpeza adequada dos dentes for mantida durante este período, não haverá novas inflamações. Por outro lado, pesquisas recentes apontam que gestantes com periodontite têm maior chance de dar a luz a bebês prematuros e com baixo peso. 
 
"O que muitos não sabem é que a inflamação que acomete a gengiva estimula a liberação de citoquininas e prostaglandinas, substâncias que induzem o parto. A liberação de tais substâncias na corrente sanguínea promove microcontrações na parede uterina, ação que pode acarretar o nascimento de um bebê de baixo peso ou até mesmo prematuro", explica Dr. Edmilson Antônio Pelarigo.
 
O especialista ressalta ainda que é importante estar atento ao aumento da acidez bucal e as alterações dos hábitos alimentares, uma vez que as mulheres passam a comer mais e em maior quantidade, para suprir a formação do feto. Por conta disso, os cuidados com a higiene bucal devem ser redobrados.
 
Outra preocupação é com relação à necessidade de radiografias. Não há problema nenhum em radiografar a boca, desde que a gestante utilize o avental de chumbo sobre a barriga. Em relação às extrações ou tratamentos mais invasivos, pode ser utilizado um anestésico sem vasoconstrictor, pois não irá proporcionar riscos a gestante. Também não há riscos em casos de obturação ou clareamento dentário. 
 
Algumas mulheres se preocupam com a perda de cálcio dos dentes para formar as estruturas mineralizadas do bebê. É importante estar ciente que a gravidez não é a responsável por isso, pois o cálcio provém exclusivamente da alimentação da gestante. Obter uma alimentação balanceada e hábitos saudáveis faz toda a diferença neste caso.
 
"Para ter uma higiene bucal saudável durante o período, mulheres grávidas devem ter atenção redobrada na escovação, no uso diário do fio dental e incluir a rotina bochechos com solução fluoretada. É importante destacar que o uso do fio dental torna-se imprescindível, pois além de não facilitar o sangramento gengival, ele alcança aonde a escova não chega, promovendo uma limpeza maior", finaliza Pelarigo.
 
 
 
Fonte: Odontomagazine – www.odontomagazine.com.br

Deja una respuesta

Precisa de ajuda?