Odontologia do Esporte

Odontologia do Esporte

Nem todo mundo repara. Mas não é difícil ver boleiros em geral, incluindo os astros do futebol brasileiro, usando aparelhos ortodônticos convencionais fixos. Esse hábito, porém, pode não ser seguro para atletas e praticantes de atividades físicas. "É comum o paciente que usa aparelho fixo e pratica esporte chegar ao consultório com o lábio cortado", diz o ortodontista José Rittes, que é adepto de diferentes esportes, como ciclismo, corrida de rua e surf. 
 
Dr. Rittes explica que o problema é maior entre praticantes de esportes de contato como futebol e basquete. Mas, aparelhos fixos convencionais podem representar riscos para pilotos, tenistas, skatistas e até surfistas. "No caso do surf, a água do mar deixa a mucosa gengival e labial mais vulnerável a lesões", explica Dr. Rittes. 
Uma solução eficaz para esse tipo de problema é o sistema de tratamento ortodôntico Invisalign. Em vez de aparelhos convencionais fixos, Invisalign usa alinhadores plásticos. Removíveis, translúcidos e maleáveis, os alinhadores não machucam a boca, evitando escoriações nos lábios que podem acometer quem usa aparelho fixo convencional e faz esporte.
 
Além de não apresentar riscos para praticantes de esportes, o uso de Invisalign é estimulado durante as atividades físicas. "Consideramos um momento bom para acumular horas de uso. Afinal, para que os resultados sejam alcançados, é importante usar Invisalign no mínimo 20 horas por dia", lembra Dr. Rittes. 
 
 
Precisão nas movimentações dentárias
 
O sistema Invisalign usa tecnologia de simulação virtual da movimentação dos dentes e foi desenvolvido para que o paciente não tenha dificuldade no seu dia a dia durante o tratamento. As pessoas nem percebem que o paciente está fazendo o tratamento. 
 
Os tratamentos duram de seis meses a três anos, dependendo da complexidade do problema que o paciente apresenta. Os resultados podem ser percebidos no prazo de seis meses a um ano.
 
Para cada tratamento Invisalign são encomendados em média 40 alinhadores – 20 superiores e 20 inferiores. Trocados quinzenalmente para executar os movimentos dentários, os alinhadores são desenvolvidos com animação computadorizada 3D e produzidos com SmartTrack, material à base de acetato.
 
 
2,4 milhões de tratamentos
 
Desenvolvido pela Align Technology,o sistema Invisalign conta com cerca de  82 mil ortodontistas credenciados e mais de 2,4 milhões de tratamentos iniciados em todo o mundo. 
 
No Brasil, o sistema Invisalign conta com mais de 2 mil ortodontistas credenciados e as opções de tratamento custam em média US$ 4 mil, valor que pode variar conforme a complexidade do problema a ser tratado e os honorários do ortodontista.
 
 
Software ClinCheck
 
O tratamento Invisalign começa com a moldagem dos dentes do paciente. A partir daí, tudo é feito de modo virtual. O molde passa por uma tomografia computadorizada, que dará origem a um modelo digital tridimensional dos dentes. A partir do software ClinCheck, o ortodontista obtém a simulação da movimentação dentária. Pelo processo de estereolitografia (SLA) são produzidos os modelos dos arcos para cada etapa do tratamento. Os alinhadores são fabricados sobre estes modelos e enviados a ortodontistas de todo o mundo (inclusive do Brasil), que conduzem as trocas dos alinhadores e acompanham os resultados gradativos, até que o sorriso fique perfeito.
 
"O software ClinCheck é uma ferramenta única no mercado, que permite a visualização prévia da movimentação que vai ocorrer nos dentes a cada etapa do tratamento. Ou seja, o paciente visualiza o resultado de seu tratamento antes mesmo de iniciá-lo", diz o Dr. José Rittes. 
 
O tratamento Invisalign elimina o desconforto, o comprometimento estético e a dificuldade de fala e higienização dos tratamentos ortodônticos fixos convencionais. Visitas mais rápidas e espaçadas ao consultório do ortodontista, possibilidade de retirar o aparelho na hora das refeições, previsibilidade dos resultados e altíssima precisão da movimentação dos dentes também estão entre as vantagens do sistema Invisalign.
 
 
 

Deja una respuesta

Precisa de ajuda?