ELÁSTICOS INTERMAXILARES NO TRATAMENTO DA MALOCLUSÃO CLASSE II DE ANGLE

ELÁSTICOS INTERMAXILARES NO TRATAMENTO DA MALOCLUSÃO CLASSE II DE ANGLE

Vol. 10 – Número 39 – 2017 Artigo original | Original article Página 341-354 ELÁSTICOS INTERMAXILARES NO TRATAMENTO DA MALOCLUSÃO CLASSE II DE ANGLE INTERMAXILLARY ELASTICS IN THE TREATMENT OF ANGLE CLASS II MALOCCLUSION Marcelo Marigo1 Guilherme Marigo2 Marcelo Xavier de Oliveira2 Meire Alves de Sousa1 Carla Maria Melleiro Gimenez3 RESUMO Objetivo: Observar o comportamento de medidas cefalométricas durante o tratamento ortodôntico da maloclusão Classe II com os elásticos intermaxilares, ilustrando a pesquisa com um relato de caso. Métodos: A amostra consistia em 20 portadores de maloclusão Classe II. Foram utilizadas as telerradiografias iniciais e finais, para avaliar algumas grandezas cefalométricas na avaliação dos efeitos do tratamento. Resultados: Em uma análise comparativa da amostra, medidas como: relação molar, sobressaliência e profundidade facial apresentaram diferenças entre a análise inicial e final. No que se refere ao cruzamento entre as variáveis clínicas e o momento (inicial e final), não foi identificado nenhum tipo de associação nas variáveis ângulo inter incisivo, convexidade do ponto A, 6 PTV, inclinação incisiva, profundidade da maxila e SN-GoGn. Conclusões: Concluiu-se que nos casos de maloclusões Classe II tratados com elásticos intermaxilares, observou-se que algumas medidas cefalométricos se alteraram significativamente: relação molar, sobressaliência, inclinação dos incisivos superiores e profundidade facial atingiram padrões de normalidade. Pôde ser observado discreto avanço mandibular e não ocorreram alterações verticais. Os elásticos intermaxilares mostraram-se eficientes na correção da maloclusão Classe II. Descritores: Má oclusão de Angle Classe II, Ortodontia corretiva. ABSTRACT Objective: To observe the behavior of cephalometric measures during the orthodontic treatment of Class II malocclusion with the intermaxillary elastics, illustrating the research with a case report. Methods: The sample consisted of 20 patients with Class II malocclusion. Initial and final cephalometric radiographs were used to observe some cephalometric variables in the evaluation of treatment effects. Results: In a comparative analysis of the sample, measures such as: molar relation, overjet and facial depth showed differences between the initial and final analysis. Regarding the crossing between the clinical variables and the moment (initial and final) no type of association was identified in the variables inter incisive angle, point A convexity, 6 PTV, incisive inclination, maxillary depth and GoGn-SN. Conclusions: It was concluded that in cases of Class II malocclusions treated with intermaxillary elastics, it was observed that some cephalometric measures changed significantly: molarrelation, overjet, inclination of the upper incisors and facial depth reached normality standards. Discrete mandibular advancement was observed and there were no vertical changes. The intermaxillary elastics were efficient in the correction of Class II malocclusion. Descriptors: Angle Class II Malocclusion, Orthodontics, corrective. 1 Professor, Doutor – Univale. 2  Professor, Mestre – Univale. 3 Doutora – FOA/UNESP.   

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Abrir conversa
Precisa de ajuda?