“DENTE FANTASMA”: AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E ACADÊMICOS DE ODONTOLOGIA SOBRE ODONTALGIA ATÍPICA

R$ 56,00

Artigo em PDF para download

ATENÇÃO: Após a confirmação de pagamento você receberá em seu email cadastrado um link para download do arquivo em versão PDF e também será disponibilizado em nosso site um link para download do arquivo.
Tanto o envio do email quanto a disponibilização do link para download só serão efetivadas após a validação do seu pagamento.

Descrição

Vol. 13 – Número 49 – 2021

CADERNO DE ODONTOLOGIA CLÍNICA

Artigo original

Página 94-99
“Dente fantasma”: avaliação do conhecimento de Cirurgiões-Dentistas e acadêmicos de Odontologia sobre odontalgia atípica

Paulo Gomes Rangel Junior¹
Mayra Stambovsky Vieira¹
Camila Stofella Sodré²
Dennis de Carvalho Ferreira¹
Antonio Canabarro¹

Resumo
A dor é uma experiência sensorial desagradável podendo apresentar-se de formas diferentes em cada indivíduo quando este é submetido ao estímulo doloroso. Seu diagnóstico é mais fácil quando um sinal ou sintoma é identificado como agente causal, entretanto, devemos salientar a existência das dores atípicas, quando é necessária uma investigação mais criteriosa para o diagnóstico preciso. Dor em um “membro fantasma” é comumente encontrada em pacientes vítimas de amputações traumáticas de membros e caracteriza-se por manifestações sensoriais no membro ausente. A odontalgia atípica apresenta sintomatologia semelhante àquela relatada por pacientes amputados, mas é observada na cavidade bucal como consequência de procedimentos odontológicos, principalmente pulpectomias e exodontias. Foi realizado um estudo observacional, seccional e descritivo sob forma de questionário escrito de autorresposta, com objetivo de avaliar o grau de conhecimento sobre a odontalgia atípica. Foram avaliados 75 dentistas e 49 acadêmicos que estavam cursando o último ano do curso de Odontologia, no período de junho de 2017 a fevereiro de 2018. Como resultado, observou-se que a maioria dos entrevistados (87%) reconhecia a possibilidade de a odontalgia atípica ocorrer na cavidade bucal, porém poucos sabiam o conjunto de fatores diretamente relacionados à sua ocorrência, como desaferentação (7%) e neuroma por amputação (16%). Também foi observado que nenhum dos entrevistados soube informar os procedimentos odontológicos passíveis de desencadearem a dor atípica. Concluiu-se que os participantes do estudo têm pouco conhecimento sobre aspectos relacionados à odontalgia atípica, em especial os estudantes, indicando a necessidade de maior inclusão do tema nas universidades.

Descritores: Dor facial, odontalgia, neuroma, membro fantasma.

¹ Programa de Pós-Graduação em Odontologia – Universidade Veiga de Almeida.
² Dr.ª em Ciências, Clínica médica – UFRJ.

DOI: 10.24077/2021;1349-9499

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar ““DENTE FANTASMA”: AVALIAÇÃO DO CONHECIMENTO DE CIRURGIÕES-DENTISTAS E ACADÊMICOS DE ODONTOLOGIA SOBRE ODONTALGIA ATÍPICA”
Precisa de ajuda?