Superfície de implantes dentários tratados com dióxido de titânio e melhorias na osseointegração

Superfície de implantes dentários tratados com dióxido de titânio e melhorias na osseointegração

Vol. 13 – Número 51 – 2022 CADERNO DE IMPLANTODONTIA Artigo de revisão Página 66-77 Superfície de implantes dentários tratados com dióxido de titânio e melhorias na osseointegração Bruno dos Santos Pavei¹ Antonio Aparecido Celória² RESUMO Objetivo: Analisar os estudos que utilizaram o dióxido de titânio na fase anatase em implantes dentários, com foco nas propriedades de molhabilidade e fotocatálise e suas melhorias na osseointegração. Método: A estratégia de busca utilizou combinações de palavras-chave: titaniumdioxide and dental implant and osseointegration and anatase and hydrophilicity, nas bases de dados Pubmed, Medline, Cochrane, Scielo, Scopus e Lilacs. Resultados: Os melhores resultados foram confirmados por 14 estudos e estão diretamente relacionados ao dióxido de titânio na fase anatase pelo método de anodização eletroquímica, ao ataque ácido e irradiado por luz violeta (UV) e à fotocatálise que promove molhabilidade. Considerações Finais: Pôde-se confirmar melhorias e benefícios por tratamento de superfície em implantes dentários com utilização de dióxido de titânio. Analisou-se ângulo de contato, rugosidade e formação óssea (BIC ou BMC) para verificar os fatores para aceleração e melhorias de osseointegração. Descritores: Implantes dentários. Dióxido de titânio. Osseointegração. ¹ Graduado em Odontologia – ULBRA, Esp. em Periodontia – SL MandiC, Mestrado em Implantodontia – SL Mandic. ² Esp. em Ortodontia e Ortopedia Facial – APCD – Presidente Prudente, Me. em Ortodontia e Ortopedia Facial – SL Mandic, Esp. em Harmonização Orofacial – CFO. DOI: 10.24077/2022;135103126

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
LEIA MAIS
Precisa de ajuda?