Estimativa acerca do conhecimento e prática da Ortodontia Lingual entre cirurgiões-dentistas brasileiros

Estimativa acerca do conhecimento e prática da Ortodontia Lingual entre cirurgiões-dentistas brasileiros

Vol. 7– Número 27 – 2014 Artigos originais / Original articles Página 295-299 Estimativa acerca do conhecimento e prática da Ortodontia Lingual entre cirurgiões-dentistas brasileiros Study of the knowledge and practice of Lingual Orthodontics among Brazilian dentists Andreia Cotrim-Ferreira1 Laura Andrade Cotrim2 Alexander Macedo3 Fátima Facchini2 Resumo Atualmente, os ortodontistas encontram um mercado de trabalho altamente concorrido. A Ortodontia Lingual, desenvolvida em meados da década de 70, surgiu para ser superior do ponto de vista estético, e parece ser um diferencial nesse atual mercado de trabalho. O objetivo deste estudo foi de qualificar e quantificar o número de cirurgiões dentistas praticantes de Ortodontia Lingual no Brasil. A pesquisa foi realizada através de um questionário com 480 entrevistados no congresso Brasileiro de Ortodontia (SPO-2012), dentre eles estudantes, especialistas, mestres em Ortodontia e outros. Concluiu-se com este estudo que apenas 23 (4,8%) profissionais entrevistados eram praticantes da Técnica Lingual. Tais números parecem estar relacionados com a dificuldade de execução da técnica, alto custo e treinamento especial do profissional. Descritores: Ortodontia, estética, educação em Odontologia. Abstract In the present days orthodontists face a highly competitive market. Lingual Orthodontics, was developed in the mid-70s to offer aesthetic benefits, what seems to be a differential in the current market. The aim of this study was to qualify and quantify the number of dentists applying Lingual Orthodontics in Brazil. The survey was conducted through a questionnaire with 480 respondents in the Brazilian Congress of Orthodontics (SPO-2012), including students, specialists, Masters in Orthodontics, and others. It was concluded from this study that only 23 (4.8%) respondents were professional practitioners of Lingual Technique. This number seem to be related to the difficulty of the technique, high cost, and requirement of special professional training. Descriptors: Orthodontics, aesthetics, education in Dentistry. 1 Mestre em Ortodontia – UNICID, Coordenadora do Centro de Pesquisa em Ortodontia Lingual, Coordenadora dos Cursos de Ortodontia Lingual – Instituto Vellini. 2 Especialista em Ortodontia – Instituto Vellini. 3 Mestre em Ortodontia – UNICID, Professor dos Cursos Laboratoriais e Clínicos de Ortodontia Lingual – Instituto Vellini.

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Abrir conversa
Precisa de ajuda?