Utilização de fios de polidioxanona (PDO) associado à preenchedor facial e toxina botulínica – relato de caso

Utilização de fios de polidioxanona (PDO) associado à preenchedor facial e toxina botulínica – relato de caso

Vol. 3 – Número 11 – 2022 Relato de caso Página 18-26 Utilização de fios de polidioxanona (PDO) associado à preenchedor facial e toxina botulínica – relato de caso Rennaly de Freitas Lima1 Adna Carolina Marques de Oliveira2 Ivanilda Nunes Dantas2 Mayara Barros da Cruz Brito2 Vinícius Belém Rodrigues Barros Soares3 Andréia Gomes Moreira4 RESUMO O envelhecimento facial é um processo contínuo, acompanhado por alterações nas estruturas faciais que culminam no aparecimento das rugas, bolsas infraorbiculares e flacidez da pele. A utilização de fios espiculados de polidiaxonona (PDO) vem demonstrando resultados satisfatórios como uma modalidade minimamente invasiva para o tratamento da ptose facial. Observações clínicas sugerem que os efeitos do lifting facial com fios de PDO são prolongados, quando associado a outros tratamentos estéticos. Considerando o exposto, o presente trabalho objetiva apresentar um caso clínico, em que se realizou a associação de técnicas no rejuvenescimento facial, sendo utilizados fios de PDO, ácido hialurônico para preenchimento facial e toxina botulínica. Paciente do sexo feminino, 61 anos de idade, buscou ajuda profissional com interesse em realizar procedimentos estéticos minimamente invasivos para rejuvenescimento facial. Para a primeira sessão clínica, foi planejada a aplicação da toxina botulínica e a inserção de fios espiculados de PDO. Foram aplicadas 56U de toxina botulínica no terço superior da face e inseridos 8 fios espiculados para lifting facial no terço médio da face com o objetivo de reduzir a ptose dos compartimentos adiposos. Após 2 meses, foi realizada nova sessão clínica com a finalidade de preencher e volumizar pontos estratégicos da face da paciente. Procedeu-se a aplicação de ácido hialurônico na região de pré-maxila. A paciente apresentou aspecto facial rejuvenescido após os procedimentos realizados, refletindo em melhorias evidentes na qualidade de vida, resultando em bem-estar físico e emocional para a paciente tratada. Descritores: Polidioxanona, ácido hialurônico, toxinas botulínicas tipo A. 1 Dr.ª em Odontologia, Aluna da especialização em Harmonização Orofacial – IOA/IOP-Campina Grande-PB. 2 Bacharel em Odontologia, Aluna da especialização em Harmonização Orofacial – IOA/IOP-Campina Grande-PB. 3 Me. em Odontologia. Prof. da especialização em Harmonização Orofacial – IOA/IOP-Campina Grande-PB. 4 Dr.ª em Odontologia, Prof.ª da especialização em Harmonização Orofacial – IOA/IOP-Campina Grande-PB. DOI: 10.24077/2022;3113122

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Abrir conversa
Precisa de ajuda?