Restauração estética indireta tipo inlay em IPS e.max Press – relato de caso

Restauração estética indireta tipo inlay em IPS e.max Press – relato de caso

Vol. 5 – Número 20 – 2016 CADERNO ESPECIAL 5º Congresso Odontológico da Universidade Estadual de Londrina Relato de caso/Case report Página 78-84 Restauração estética indireta tipo inlay em IPS e.max Press – relato de caso Indirect esthetic inlay restoration on IPS e.maxPress – case report Ricardo Shibayama1 Rodrigo Tiossi2 Fellippo Ramos Verri3 Cleidiel Aparecido Araújo Lemos4 Mariana Elias Queiroz5 Eduardo Dallazen5 Resumo  Restaurações diretas com resina composta em dentes posteriores são ótimas opções devido à sua longevidade e estética agradável. Porém, em virtude da evolução dos materiais dentários, assim como das técnicas e algumas limitações das restaurações diretas, os procedimentos indiretos acabaram adquirindo mais espaço no mercado. As cerâmicas são utilizadas na confecção de restaurações indiretas e conferem ao paciente boas condições estéticas e funcionais por possibilitar contornos e contatos proximais excelentes, adaptação marginal satisfatória, resistência ao desgaste e a fratura e estabilidade de cor. O objetivo deste trabalho foi relatar um caso clínico envolvendo o elemento 16, com restauração de amalgama fraturada, que foi substituída por uma restauração indireta do tipo Inlay confeccionada por meio do sistema e.max Press. Primeiramente foi realizada a remoção de toda a restauração de amalgama e o preparo coronário para restauração tipo Inlay. Após a moldagem e obtenção do modelo de trabalho, realizou-se o enceramento, o qual foi incluído em revestimento e posteriormente foi submetido ao processo de injeção e prensagem da cerâmica, obtendo-se a restauração do tipo Inlay. Na sequência, foram efetuadas a prova e a cimentação da restauração, seguido de ajuste oclusal. Considerando o caso clínico apresentado, pode-se concluir que restaurações indiretas em cerâmica são boas opções para se utilizar em cavidades extensas em elementos posteriores. Entretanto, o cirurgião-dentista deve ter o conhecimento a respeito das propriedades físicas e mecânicas da cerâmica injetada, dos princípios biomecânicos do preparo e também sobre os sistemas adesivos a serem utilizados.     Descritores: Prótese dentária, estética dentária, materiais dentários. Abstract Direct composite resin restorations in posterior teeth are excellent options due to its longevity and satisfactory aesthetics. however, due to the evolution of dental materials and techniques, as well as some limitations of direct restorations, indirect procedures eventually gained more space. Ceramics are used in indirect restorations and give the patient good aesthetic and functional conditions for enabling contours and excellent proximal contacts, satisfactory marginal adaptation, resistance to wear and fracture as well as color stability. The aim of this study was to report a clinical case involving the element 16 with a fractured amalgam restoration replaced by an indirect inlay restoration made through Emax Press System. Removal of the amalgam restoration and coronary preparation for an inlay restoration type were performed. After impression and obtaining a working model, the wax-up was performed, invested, and subjected to ceramic pressing. Then it was performed a test and the cementation of restoration folowed by occlusal adjustment. Considering the presented clinical case, it can be concluded that indirect ceramic restorations are a good alternative to be used in large cavities in posterior elements. however, the professional must have the knowledge on the physical and mechanical properties of the ceramic material, the biomechanical principles of preparation, and also about adhesives systems to be used. Descriptors: Dental prosthesis, dental aesthetics, dental materials. 1 Dr. e Pós-Doutor em Prótese Dentária – UNESP, Prof. da disciplina de Prótese Dentária – UEL. 2 Dr. em Odontologia – Reabilitação Oral – USP, Pós-Doutor em Prótese Parcial fixa e Implantes Dentários – fORP/USP, Prof. da disciplina de Prótese Dentária – UEL. 3 Me. em Odontologia – UNESP, Dr. em Prótese Dentária – UNESP, Prof. Assistente do Departamento de Materiais Odontológicos e Prótese Dentária – UNESP. 4 Me. em Odontologia – UNESP, Dr. – FOA/UNESP. 5 Graduando em Odontologia – UEL.

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Abrir conversa
Precisa de ajuda?