Protetor facial confeccionado por meio do fluxo digital

Protetor facial confeccionado por meio do fluxo digital

Vol. 12 – Número 47 – 2021 CADERNO DE ODONTOLOGIA CLÍNICA Relato de caso Página 84-89 Protetor facial confeccionado por meio do fluxo digital Victor Paes Dias Gonçalves1 Bernardo Barbosa Freire2 Israel Chilvarquer3 Gabriel Sardinha Estrella4 Patricia Siqueira da Silva Barcellos4 Marcus Menezes Alves Azevedo5 Resumo A atuação interdisciplinar entre as especialidades da Odontologia do Esporte com a Radiologia auxiliada com a tecnologia possibilita aperfeiçoar e otimizar a confecção de protetores faciais. Este relato de caso tem como objetivo apresentar um caso de confecção de um protetor facial para um atleta após fratura da pirâmide nasal com auxílio do fluxo digital. Concluiu-se que o protetor facial foi um dispositivo eficaz na proteção da face do atleta que sofreu recentemente uma injúria orofacial. O protetor evita que o osso sofra refratura ou deslocamento, permitindo que o atleta não fique afastado temporariamente da prática dos esportes. Descritores: Osso nasal, traumatismos em atletas, esporte. 1 Mestrando em Implantodontia, Esp. em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial – SL Mandic, Membro da Academia Brasileira de Odontologia do Esporte. 2 Me. em Radiologia Odontológica – UNICAMP, Dr. em Diagnóstico Bucal, Radiologia Odontológica e Imaginologia – USP. 3 Diretor Clinico – Indor Radiologia, Prof. Associado e livre Docente da Faculdade de Odontologia – USP. 4 Esp. em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial. 5 Me. em Prótese Dentária, Prof. da Clínica Odontológica Integrada e da Policlínica do Curso de Odontologia – UNIFLU. DOI: 10.24077/2021;12478489 Prezado assinante, o artigo estará disponível para download em janeiro de 2022.

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Abrir conversa
Precisa de ajuda?