Proposta de tratamento ortopédico de paciente Classe III com hyrax modificado e máscara facial – relato de caso

Proposta de tratamento ortopédico de paciente Classe III com hyrax modificado e máscara facial – relato de caso

Vol. 16 – Número 61 – 2023 Relato de caso Página 34-43 Proposta de tratamento ortopédico de paciente Classe III com hyrax modificado e máscara facial – relato de caso Ítala Albertina dos Santos Caetano1 Darcyo Danillo dos Santos Caitano1 Lívia Emanoelle do Nascimento Aquino1 Samara Simões Padilha2 Raphaela Farias Rodrigues3 Hibernon Lopes Filho4 Resumo Objetivo: Demonstrar a confecção de um hyrax híbrido apoiado em mini-implante, para o tratamento da classe III. Caso clínico: Paciente D. B. S, sexo masculino, 07 anos de idade, com mordida anterior de topo e mordida cruzada posterior unilateral direita, apinhamento leve nos incisivos inferiores, perda precoce decorrente de cárie dos elementos dentários 54 e 64 e atresia maxilar, contribuindo para a diminuição do perímetro do arco. Discussão: Em pacientes que possuem deficiência maxilar o tratamento deve englobar a estimulação e o direcionamento maxilar através de forças ortopédicas. A terapia com a Expansão Rápida da Maxila (ERM) em associação com a Máscara Facial (MF) é o tratamento mais habitual para a má oclusão classe III sendo utilizada para o tratamento da maxila retruída e também para que se acelere o crescimento maxilar. A utilização da ancoragem esquelética como forma de tratamento precoce da classe III resulta em efeitos ortopédicos fundamentalmente maiores se comparado com o tratamento convencional, desta forma, permite que não haja deslocamento dentário provocado pela força exercida durante a protração maxilar e evitando perda de espaço no perímetro do arco. Conclusão: a ancoragem esquelética vem ampliando as fronteiras dos tratamentos ortodônticos e ortopédicos, aumentando, com isso, a época de início da terapia sem efeitos dentários adversos, sendo a modificação de um hyrax convencional para um híbrido uma opção de melhor custo benefício e biológico. Descritores: Má oclusão, má oclusão classe III de Angle, aparelhos ortopédicos, procedimentos de ancoragem ortodôntica. 1 Odontologia – Centro Universitário Tiradentes. 2 Pós-graduanda em Ortodontia – Centro Universitário Cesmac. 3 Professora A djunta – UFAL. 4 Professor Doutor em Ortodontia – Centro Universitário Tiradentes. DOI: 10.24077/2023;1661-01989128

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
LEIA MAIS
Precisa de ajuda?