Perda da capacidade de corte de pontas…

Perda da capacidade de corte de pontas…

Ano I – Vol. I – 2009 Páginas 85-93 Perda da capacidade de corte de pontas diamantadas utilizadas para preparo cavitário Loss of cutting capacity of diamond burs for tooth preparation     Jörg Erxleben – Engenheiro Químico Halim Nagem Filho – Professor Titular de Materiais Dentários da FOB-USP Rony Peterson Alves Rodrigues – TPD e Acadêmico de Engenharia Mecânica da UNIFIAN Pirassununga Kennedy Queiroz Coutinho – Mestre em Dentística da Faculdade São Lucas, Porto Velho Haline Drumond Nagem – Doutora em Materiais Dentários pela FOB-USP   Resumo As pontas diamantadas classificadas de acordo com o tamanho e diâmetro médio de seus grãos de diamantes são empregadas para o desgaste da superfície do dente. A eficiência de corte tende a alterar diminuindo sua capacidade em função de seu tempo de uso. Dessa forma é muito importante avaliar os benefícios que as pontas diamantadas comercializadas oferecem mesmo depois de sua aplicação por longo período. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar a eficiência de corte de 3 diferentes marcas comerciais de pontas diamantadas cilíndricas ISSO código 012 dos fabricantes Fava (Código 3101), KG Sorensen (Código 3216) e Microdont (Código 3101). Foi avaliado o desgaste de laminas de vidro após 120s, 240s, 360s, 480s, 600s, 720s, 840s, 960s, 1080s e 1200s. Após realização dos cortes todas as pontas diamantadas foram avaliadas visualmente num microscópio. No teste in vitro, as pontas diamantadas das marcas testadas apresentaram declínio de seu rendimento no transcorrer na sucessão de uso, contudo nos primeiros ciclos as pontas Microdont apresentaram maior eficácia na capacidade de remoção. A avaliação microscópica das pontas revelou a perda total dos diamantes após 1200 segundos de uso. Os resultados indicam um uso de pontas diamantadas para no máximo cinco sessões.   Descritores: Abrasivos, instrumentos odontológicos, materiais dentários, pontas diamantadas.   Abstract The diamond points classified according to the size and diameter of the grains of diamond are used for dental surface preparation. The abrasion efficiency tends to change by reducing its capacity according to the time of use. Thus, it is very important to evaluate the benefits that thediamond burs offer even after their application for a long period. The aim of this study was to evaluate the cutting efficiency of 3 different brands of cylindrical diamond burs ISO code 012 from Fava (Code 3101), KG Sorensen (Code 3216) and Microdont (Code 3101). We evaluated the wear of glass slides after 120s, 240s, 360s, 480s, 600s, 720s, 840s, 960s, 1080s and 1200s. After making all the cuts the diamond burs were visually evaluated under a microscope in this in vitro test, the diamond burs brands tested showed decline in their income in succession in the course of use, but during the first cycles Microdont burs showed higher efficacy in removal. Microscopic evaluation of the burs revealed the total loss of the diamonds after 1200 seconds of use. The results indicate a use of diamond burs for a maximum of five sessions.   Descriptors: Abrasives, Dental Instruments, Dental Materials, Diamond Burs.

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
LEIA MAIS
Precisa de ajuda?