Desadaptação apical e cervical de núcleo metálico fundido em função do material e da técnica de moldagem indireta

Desadaptação apical e cervical de núcleo metálico fundido em função do material e da técnica de moldagem indireta

Vol. 8 – Número 32 – 2017 CADERNO DE PRÓTESE Artigo original/Original article Página 54-61 Desadaptação apical e cervical de núcleo metálico fundido em função do material e da técnica de moldagem indireta Apical and cervical maladaptation of cast metal core due to the used material and the indirect impression technique Cristiane Dias da Silva Mendes1 Milton Edson Miranda2 William Cunha Brandt3 Resumo Avaliou-se, microscopicamente, a desadaptação cervical e, radiograficamente, a desadaptação apical de núcleos metálicos fundidos (NMFs) moldados com silicone de condensação e adição, comparando a utilização ou não de suporte intrarradicular. Por meio do corpo mestre foram obtidos 40 moldes divididos em quatro grupos: Silicone de condensação com suporte intrarradicular, Silicone de condensação sem suporte, Silicone de adição com suporte e Silicone de adição sem suporte. Sobre os modelos foram modelados pinos em resina Dencrilay e fundidos com liga de cobalto-cromo. A desadaptação cervical foi medida com microscópio comparador de dupla coordenada digital (30x). A desadaptação apical foi medida a partir de 40 radiografias digitais e análise em software, através da distância entre o ponto mais apical do núcleo até o início do material obturador. Pelo coeficiente de correlação intraclasse, o comprimento da porção intrarradicular do NMF ficou aquém do comprimento real do conduto para os quatro grupos estudados. A análise de variância e o teste de Tukey aplicados aos dados de desadaptação cervical revelaram que as técnicas com e sem suporte não diferiram entre si, quando usado silicone de condensação. Com o silicone de adição, a técnica com suporte ocasionou a maior desadaptação cervical. Quanto à região apical, constatou-se que a desadaptação não foi afetada pela utilização de suporte intrarradicular (p = 0,651), pelo material de moldagem (p = 0,322), nem pela interação de ambos (p = 0,180). Concluiu-se que a utilização de suporte intrarradicular durante a moldagem para a confecção de NMF para ambos os silicones torna-se dispensável.  Descritores: Materiais para moldagem odontológica, resinas acrílicas, técnica para retentor intrarradicular. Abstract This study evaluated microscopically and radiographically, the cervical and apical maladaptation of cast metal cores obtained from molds with silicone polymerized by condensation and addition, comparing the need to use intra-radicular support. Through the master body, 40 molds were obtained and divided into four groups: Condensing silicon with, Condensing silicon without support, Silicone addition with support, and Silicone addition without support. The models were modeled in Dencrilay resin and cast with cobalt-chromium alloy. Cervical maladaptation was measured with double digital coordinate comparator microscope (30x). The apical maladaptation was measured from 40 digital radiographs and software analysis, through the gap between the most apical point of the core and the beginning of the filling material. According to the intraclass correlation coefficient, the length of the intra-radicular portion of the cast metal cores was below the actual length of the conduit for the four groups studied. The analysis of variance and Tukey’s test applied to the data of cervical maladaptation revealed that the techniques with and without support did not differ from each other when using condensation silicone. With addition silicone, the technique with support caused most cervical maladjustment. As for the apical region, it was found that the maladaptation was not affected by the use of intra-radicular support (p = 0.651), by the molding material (p = 0.322) or by the interaction of both (p = 0.180). It was concluded that intra-radicular support during molding for the manufacture of cast metal cores, for both silicones, becomes dispensable.  Descriptors: Dental impression materials, acrylic resins, Technique for intraradicular retainer. 1 Mª. em Prótese Dentária – SLMandic, Profª. do Curso de Especialização em Prótese Dentária – Unimes. 2 Dr. em Prótese – FO/USP, Coord. dos Cursos de Especialização e Mestrado – SLMandic. 3 Dr. em Materiais Dentários – FOP/UNICAMP, Prof.  – UNISA.

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Abrir conversa
Precisa de ajuda?