Coluna Jaques – Regeneração tecidual guiada com uso de proteínas derivadas da matriz do esmalte no tratamento cirúrgico da doença periodontal. Série de casos com acompanhamento de até 2 anos

Vol. 14 – Número 54 – 2023 Coluna Jaques Página 6 Regeneração tecidual guiada com uso de proteínas derivadas da matriz do esmalte no tratamento cirúrgico da doença periodontal. Série de casos com acompanhamento de até 2 anos Jaques Luiz1 Julia Helena Luiz2 Flávia Sukekava3 RESUMO A doença periodontal (DP) é uma doença multifatorial, crônica, inflamatória, que afeta os tecidos que suportam os dentes. Tem impacto direto na saúde sistêmica, bem como na vida social dos pacientes. As formas de tratamento objetivam controlar a progressão da doença e, se possível, regenerar os tecidos perdidos. O objetivo desta série de casos foi discutir os resultados da técnica de regeneração tecidual guiada ao final de 2 anos de acompanhamento, em pacientes com DP tratados em consultório particular. Quatro pacientes adultos, normoreativos, com DP estágio III, diferentes graus, procuraram atendimento especializado. Após exames radiográficos, exame clínico e periograma foram estabelecidos e executados: diagnóstico e plano de tratamento individualmente. Após a reavaliação foram observadas bolsas periodontais remanescentes, com indicação de cirurgia regenerativa. Em dois casos, foram utilizadas proteínas derivadas da matriz do esmalte associada com substituto ósseo xenógeno e membrana de colágeno e nos outros dois casos, somente retalho para aplicação de proteínas derivadas da matriz do esmalte. Após dois anos de acompanhamentos todos os pacientes se apresentaram estáveis e sem retorno da DP. Desta forma, ao final do período de observação foi mantido o fechamento dos defeitos infraósseos presentes ao redor dos dentes dos pacientes, ou ainda redução da lesão de furca. Credita-se que o sucesso destes tratamentos se deve ao estabelecimento de ótimo controle de placa mantido pelos pacientes; associado com o correto manejo da DP na fase de preparo inical; a escolha adequada da técnica cirúrgica; e fundamentalmente ao programa de controle e manutenção dos pacientes. Descritores: doença periodontal, regeneração tecidual guiada, proteínas derivadas da matriz do esmalte, caso clínico. 1 Esp., Me. e Dr. em Implantodontia. 2 Esp. em Periodontia. 3 Esp., Me. e Dr.ª em Periodontia. DOI: 10.24077/2023;145420682346973368 Prezado assinante, o artigo estará disponível para download em janeiro de 2024.

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Precisa de ajuda?