Aplicabilidade da toxina botulínica na Odontologia

Aplicabilidade da toxina botulínica na Odontologia

Vol. 2 – Número 6 – 2021 Revisão de literatura Página 52-56 Aplicabilidade da toxina botulínica na Odontologia Max Lucas Muniz¹ Antônio Aparecido Celória² Ana Karina Fonseca de Carvalho Calderan Correa³ RESUMO A toxina botulínica (BT) foi a primeira toxina a ser usada na história da medicina humana. É produzida pela bactéria Clostridium botulinum, que, depois de isolada, demonstrou ser eficaz para resolução de alguns problemas nos quais a causa é associada à musculatura, pois a BT, ao ser aplicada no músculo, promove redução na força de contração. Entre os oito sorotipos conhecidos dessa toxina, os atualmente utilizados na Medicina são os tipos A e B. Este artigo de revisão discute principalmente a BT tipo A (BTA), por ser geralmente usada na Odontologia. Ainda dentro do uso facial podemos destacar a aplicação em casos de sorriso gengivais associados à força da musculatura, no auxílio ao tratamento da disfunção temporomandibular, no bruxismo e na Ortodontia. Descritores: Toxina botulínica, Bruxismo, síndrome da disfunção da articulação temporomandibular, gengiva, Ortodontia. ¹ Bacharelando em Odontologia – UniFBV. ² Esp. e Me. em ortodontia, Coord. no curso de especialização em HOF – Ceodac – Maringá/PR. ³ Prof.ª Titular do Curso de Odontologia – Centro Universitário UniFBV, Me. em Ciências da Saúde, Me. em Odontologia. DOI: 10.24077/2021;26-5256 Prezado assinante, o artigo estará disponível para download em janeiro de 2022.

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Abrir conversa
Precisa de ajuda?