Abordagem minimamente invasiva para tratamento de fluorose dental com associação de técnicas

Abordagem minimamente invasiva para tratamento de fluorose dental com associação de técnicas

Vol. 13 – Número 52 – 2022 CADERNO DE ODONTOLOGIA CLÍNICA Relato de caso Página 85-89 Abordagem minimamente invasiva para tratamento de fluorose dental com associação de técnicas Bruna Oliveira¹ Carina Silva Santana¹ Maria Heloiza Oliveira Silva¹ Adriana Oliveira¹ Daniel Maranha da Rocha¹ Flavia Pardo Salata Nahsan² RESUMO A fluorose dentária corresponde a um defeito estrutural no esmalte causado pela exposição prolongada ao flúor durante a formação do germe dentário. As associações de procedimentos minimamente invasivos neste esmalte alterado têm se mostrado um tratamento seguro e eficaz. O objetivo deste trabalho é relatar um caso clínico de manchas de fluorose através da demonstração sequencial de técnicas minimamente invasivas resultando na reabilitação estética de dentes anteriores. O tratamento das manchas fluoróticas assimétricas localizadas na face vestibular das unidades 12, 13, 22 e 23 consistiu na utilização de um gel clareador à base de peróxido de hidrogênio a 35%, sessão única, associado ao peróxido de carbamida a 10%, por duas semanas, seguido da microabrasão com ácido fosfórico e pedra pomes. O resultado demonstrou a atenuação das manchas e sorriso mais estético. Concluiu-se que a associação de técnicas microinvasivas são efetivas quando no diagnóstico acurado. Descritores: Fluorose, microabrasão, clareamento dental. ¹ Departamento de Odontologia de Lagarto DOL – UFS. ² Programa de Pós-Graduação em Odontologia – UFS. DOI: 10.24077/2022;13522319140

Este conteúdo é restrito a membros do site. Se você é um usuário registrado, por favor faça o login. Novos usuários podem registrar-se abaixo.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório
Precisa de ajuda?