Álcool, tabaco e outras causas do câncer bucal

Publicado em 16/10/2017 00:00

Muitos dos hábitos considerados prazerosos em nosso dia a dia também podem ser perigosos para a nossa saúde. Comer muito açúcar, expor-se ao sol sem moderação ou consumir bebidas alcoólicas em excesso são alguns exemplos de costumes que podem se tornar fatores de risco para muitas doenças, incluindo o câncer. 
 
De acordo com a Dra. Laura María Diaz Guzman, membro da Associação Dental do México, os principais fatores de risco para o câncer bucal são tabagismo, alcoolismo, alguns vírus da família do papilomavírus humano (HPV), assim como exposição constante ao sol, que pode levar ao câncer dos lábios. 
 
O câncer oral, que inclui os tumores na língua, bochechas, céu da boca e faringe (garganta), geralmente é caracterizado por mudanças de cor (branco ou vermelho) ou de textura (áspera) na mucosa bucal.
 
"Mais tarde, ele é transformado em uma massa ligeiramente elevada, que é a úlcera. Qualquer úlcera oral com duração superior a duas semanas deve ser avaliada pelo dentista. Em casos mais avançados, haverá uma massa aumentada que causa dor", explica Laura.
 
Entre os principais sintomas do câncer bucal, estão o sangramento oral sem razão aparente, dor de garganta crônica, lesões persistentes no rosto, pescoço ou boca e dor ou sensação de que algo está preso na parte de trás da garganta.
 
Se você notar alguma dessas alterações, é aconselhável entrar em contato com seu dentista ou médico imediatamente para uma avaliação.
 
 
Fonte: ABO Nacional

EDITORA PLENA