Métodos de expansão rápida da maxila em pacientes com fissura labiopalatal – revisão sistemática

Publicado em 18/12/2018 00:00

Vol. 11 – Número 44 – 2018
 
Revisão sistemática | Systematic review
 
Página 105-111
Métodos de expansão rápida da maxila em pacientes com fissura labiopalatal – revisão sistemática
Methods of rapid maxillary expansion in patients with cleft lip and palate – a systematic review
 
Ana de Lourdes Sá de Lira1
Sylvana Thereza de Castro Pires Rebelo2
Mayza Maués Damasceno Silva3
 
 
 
 
Resumo
Este estudo objetivou comparar as modificações maxilares após expansão com dois diferentes protocolos de ativação. Os artigos selecionados deveriam ser estudos clínicos em humanos, exceto relato de caso, com medidas feitas em radiografias ou em modelos de estudo, pacientes com fissura transforame incisivo bilateral ou unilateral direita ou esquerda, com mordida cruzada posterior, que não se submeteram a procedimentos cirúrgicos, exceto a labioplastia e palatoplastia na primeira infância, ou a outro tratamento ortodôntico ou ortopédico anteriormente à expansão maxilar, a qual deve ter sido realizada a partir da dentição mista ou durante o período de crescimento puberal. Com base nesses critérios de inclusão, foram selecionados 58 artigos baseados na leitura dos resumos. Após descarte dos artigos duplicados e dos demais que, com base na leitura dos resumos, não estavam de acordo com os critérios de inclusão, 11 artigos foram selecionados para leitura completa e, destes, apenas 6 preencheram todos os requisitos necessários para ser avaliados. Após a análise dos 6 artigos selecionados definitivamente, observou-se que tanto a ERM quanto ERMC-Alt são métodos eficientes na expansão maxilar. Não houve diferenças significativas quanto ao ganho de dimensão transversal da maxila entre os diferentes tipos de protocolos, tanto com disjuntores do tipo Hass ou Hyrax quanto com parafusos expansores. Concluiu-se que a expansão maxilar foi eficaz com os diferentes protocolos de tratamento. A expansão rápida maxilar promoveu o aumento das dimensões transversais da maxila tanto em pacientes com fissura labiopalatal quanto com fissura palatal, sem comprometimento labial.
 
Descritores: Técnica de expansão palatina, fenda labial, fissura palatina.
 
Abstract
This study aimed to compare maxillary changes following expansion with two different activation protocols. Only human clinical studies, except case reports, using measurements on radiographs or study casts of patients with complete unilateral or bilateral cleft lip and palate with posterior crossbite who did not undergo surgical procedures, except labioplasty and palatoplasty in the early childhood or other orthodontic or orthopaedic treatment prior to maxillary expansion, which should have been performed during mixed dentition or pubertal growth period were selected. Based on these inclusion criteria, 58 articles were found. After ruling out duplicated articles and others that did not meet the inclusion criteria by reading their abstracts, 11 studies were selected for full reading, resulting in only 6 which met all the required requisites for evaluation. After analysis of the 6 articles selected, it was observed that both RME and alt-RMEC are efficient methods for maxillary expansion. There were no significant differences regarding the increase of maxillary transverse dimension between the different types of protocol using both Hass or Hyrax expansion appliances and expanding screws. It was concluded that maxillary expansion was effective with different treatment protocols. Rapid maxillary expansion promoted increase of maxillary transverse dimensions in both patients with cleft lip and palate and those with cleft palate without lip involvement.
 
Descriptors: Palatal expansion technique, cleft lip, cleft palate.
 
1 Doutora em Ortodontia – UFRJ, Professora Adjunta de Odontologia – UESPI.
2 Doutora em Odontologia – UESPI, Professora Adjunta.
3 Estudante de Odontologia – UESPI.
 

Este artigo é exclusivo.Compre agora este artigo e receba em PDF via email - Valor R$ 40,00

EDITORA PLENA