Análise retrospectiva do reparo clínico e radiográfico em cirurgias paraendodônticas

Publicado em 18/12/2018 00:00

Vol. 10 – Número 37 – 2018
 
CADERNO DE ODONTOLOGIA CLÍNICA
 
Artigo de Endodontia
 
Artigo original / Original article
 
Página 136-143
Análise retrospectiva do reparo clínico e radiográfico em cirurgias paraendodônticas
Retrospective analysis of clinical and radiographic repair in paraendodotic surgeries
 
 
 
 
Bianca Cristina Zanella1
José Roberto Vanni2
Caroline Solda3
Volmir João Fornari4
Flávia Baldissarelli Marcon5
Mateus Silveira Martins Hartmann4
 
Resumo
Este estudo avaliou o índice de sucesso em cirurgias paraendodônticas executadas pelos alunos do Curso de Especialização em Endodontia do Centro de Estudos Odontológicos Meridional - CEOM, Passo Fundo/RS, através de controle clínico e radiográfico em um período de até três anos de proservação. Os pacientes que realizaram as cirurgias paraendodônticas foram rechamados e avaliados com um exame clínico e radiográfico da região operada para determinar o grau de reparo radiográfico de acordo com Rud et al.19 (1972) que classificam em Grupo I - Reparo Completo, Grupo II - Reparo Incompleto (cicatriz fibrosa), Grupo III - Reparo Incerto e Grupo IV - Reparo Insatisfatório (fracasso/insucesso). Após coleta dos dados, as radiografias de proservação de cada caso foram observadas por cirurgiões dentistas que definiram se houve ou não regressão das lesões através da análise das radiografias pré e pós-cirúrgicas associadas aos dados clínicos. Do total de 43 pacientes submetidos à cirurgia no período de 3 anos, 15 pacientes retornaram para exame clínico e radiográfico. Dos 15 pacientes, um total de 17 dentes foram incluídos na amostra. Enquadraram-se no Grupo I - 11 dentes (64,7%), no Grupo II - 3 dentes (17,6%), no Grupo III - 2 dentes (11,8%) e no Grupo IV - 1 dente (5,9%). A taxa de sucesso agrupando-se os Grupos I e II foi 82,35%. O índice de insucesso foi 17,65%. Concluiu-se que o tratamento cirúrgico como complementar ao tratamento endodôntico pode ser uma alternativa na manutenção dos dentes com saúde e função, apresentando boas taxas de sucesso.
 
Descritores: Ápice dentário, Endodontia, cirurgia bucal.
 
Abstract
This study evaluated the success rate in paraendodontic surgeries performed by students of the Endodontic Specialization Course of the Center for Southern Dental Studies - CEOM, Passo Fundo/RS, through clinical and radiographic control in a period of up to three years of proservation. Patients who underwent paraendodontic surgeries were recalled and evaluated with a clinical and radiographic examination of the operated region to determine the degree of radiographic repair according to Rud et al.19 (1972), which classify as Group I - Complete Repair, Group II - Incomplete Repair (fibrous scar), Group III - Uncertain Repair, and Group IV - Unsatisfactory Repair (failure/failure). After data collection, the radiographs of each case were reviewed by dental surgeons who defined whether or not there was regression of the lesions through the analysis of pre and post-surgical radiographs associated with the clinical data. Of the 43 patients who underwent surgery within 3 years, 15 patients returned for clinical and radiographic examination. Of the 15 patients, total of 17 teeth were included in the sample. Group I - 11 teeth (64.7%), Group II - 3 teeth (17.6%), Group III - 2 teeth (11.8%), and Group IV - 1 tooth (5.9%). The success rate grouping Groups I and II was 82.35%. The failure rate was 17.65%. It was concluded that the surgical treatment as a complement to the endodontic treatment can be an alternative in the maintenance of the teeth with health and function, presenting good success rates.
 
Descriptors: Tooth apex, Endodontics, oral surgery.
 
1 CD, Esp. em Endodontia – CEOM/RS.
2 Dr. em Odontologia (Dentística e Endodontia) – Universidade de Pernambuco, Docente do Curso de Especialização em Endodontia – CEOM/RS.
3 Dra. em Odontologia (Endodontia) – ULBRA/RS, Docente do Curso de Especialização em Endodontia – CEOM/RS.
4 Dr. em Clínica Odontológica – FOP/UNICAMP, Docente do Curso de Especialização em Endodontia – CEOM/RS.
5 Me. em Endodontia – ULBRA/RS, Docente do Curso de Especialização em Endodontia – CEOM/RS.
 

Este artigo é exclusivo.Compre agora este artigo e receba em PDF via email - Valor R$ 40,00

EDITORA PLENA