Tratamento do bruxismo com toxina botulínica tipo A – relato de caso

Publicado em 24/11/2017 00:00

Vol. 9 – Número 33 – 2017
 
CADERNO DE ODONTOLOGIA CLÍNICA
 
Relato de caso/Case report
 
 
 
 
Página 106-110
Tratamento do bruxismo com toxina botulínica tipo A – relato de caso
Treatment of bruxism with botulinum toxin type A – case report
 
Arcelino Farias Neto1
Bruna Luana de Andrade2
Renata Cristina Bezerra da Cunha2
Larissa Soares Reis Vilanova3
Janaina Cavalcante Lemos4 
 
Resumo
O presente trabalho tem o objetivo de relatar o caso de uma paciente diagnosticada com bruxismo do sono, a qual foi tratada com aplicação de toxina botulínica tipo A. A paciente SBL, 53 anos, compareceu ao consultório odontológico queixando-se de fortes dores faciais e cefaleia matutina. A paciente fazia uso de placa semiflexível para dormir, a qual foi imediatamente substituída por uma placa rígida de acrílico, ajustada de acordo com os critérios de oclusão mutuamente protegida. Devido à dificuldade da paciente em aderir ao uso da placa, optou-se pelo tratamento com toxina botulínica tipo A. O medicamento foi injetado em três pontos do músculo masseter, bilateralmente, na quantidade de 5U em cada ponto. No quinto dia após a aplicação, os primeiros sinais clínicos do efeito do medicamento foram percebidos pela paciente, que foi instruída a suspender o uso da placa miorrelaxante. No retorno de 30 dias, a sensibilidade positiva à palpação do masseter e articulação temporomandibular não estava mais presente. A paciente relatou extrema satisfação com o tratamento, considerando o procedimento indolor e sem efeitos adversos. A frequência das dores reduziu consideravelmente. O tratamento com toxina botulínica mostrou-se eficaz, pouco invasivo e livre de efeitos colaterais, devendo ser considerada uma importante opção para o controle da dor muscular e prevenção dos desgastes dentários em pacientes bruxômanos.
 
Descritores: Bruxismo, toxinas botulínicas tipo A, resultado de tratamento.
 
Abstract
This study aims to report the case of a patient diagnosed with sleep bruxism, who was treated with botulinum toxin type A. The patient SBL, 53 years old, reported strong facial pain and headache in the morning. The patient had been used a semi-flexible splint to sleep, which was immediately replaced by a rigid acrylic splint, adjusted in accordance with the criteria of mutually protected occlusion. Because of the difficulty of the patient to use the splint, we opted for the treatment with botulinum toxin type A. The drug was injected in three points of the masseter muscle, bilaterally, in the amount of 5U at each point. On the fifth day after application, the first clinical signs of drug effect were noticed by the patient, who was instructed to discontinue the use of the occlusal splint. In 30 days return, the positive sensitivity of palpation the masseter muscle and temporomandibular joint was not present. The patient reported extreme satisfaction with treatment, considering it painless and without side effects. The frequency of pain reduced considerably. The treatment with botulinum toxin was effective, minimally invasive, and free of side effects and should be considered an important option for the control of muscle pain and prevention of tooth wear in patients with bruxism.
 
Descriptors: Bruxism, botulinum toxins, type A, treatment outcome.
 
1 Dr. em Prótese Dentária – Unicamp, Prof. – UNP.
2 Estudante de Odontologia – UNP.
3 Drª. – UFG, Pós-Doutoranda – UFG .
4 Doutorado em Patologia – UFRN, Professora – UNP.

Este artigo é exclusivo.Compre agora este artigo e receba em PDF via email - Valor R$ 40,00

EDITORA PLENA