Utilização da técnica de tunelização para realização de enxertia tipo onlay com osso homógeno.

Publicado em 23/01/2013 02:00

CADERNO DE IMPLANTODONTIA

 
Relato de Caso/Case report
Página 52-57
 
Utilização da técnica de tunelização para realização de enxertia tipo onlay com osso homógeno.
Use of the tunnel technique for onlay type grafting with homogenous bone.
 
 
Túlio Del Conte Valcanaia1
Gisele Luz Bustamante2
Ricardo Q. P. Machado3
Patrick Marlon Palhano4
 
Resumo
A reabilitação oral por meio de implantes dentários vem experimentando constantes avanços nas últimas duas décadas, acompanhando a evolução tecnológica na área das ciências biológicas. A despeito dessas grandes conquistas obtidas, a necessidade de disponibilidade óssea ainda persiste como um dos fatores limitantes à colocação de implantes. Atualmente, o implantodontista dispõe de uma grande quantidade de materiais de enxertia para reabilitar áreas atrófica, desde os tradicionais, osso autógeno, homógeno ou xenógeno, até as novas aquisições tecnológicas como o uso de biomateriais sintéticos associados a fatores de crescimento. O que persiste inalterado ao longo dos últimos anos são as técnicas cirúrgicas de colocação dos materiais de enxertia. Este artigo relata um caso clínico de enxertia em região posterior de mandíbula, segundo a técnica de tunelização proposta por Valcanaia et al.17 (2008). Esta técnica permite o ganho de tecido ósseo em altura e espessura na região enxertada, com um mínimo de exposição tecidual. A enxertia óssea foi feita em uma região considerada como uma das mais difíceis para ganho ósseo em altura, a região posterior de mandíbula.
 
Descritores: Enxerto ósseo, tunelização, osso homógeno.
 
Abstract
Oral rehabilitation with dental implants has been experienced Constant advances in the last two decades, following the technological evolution in the field of biological sciences. Despite this major accomplishment achieved, the need for bone availability still persists as a major factor limiting the placement of implants. Currently the implantologist has a lot of grafting materials to rehabilitate atrophic areas, since the traditional autogenous bone, homogenous or heterologous until the new technology acquisitions as the use of synthetic biomaterials associated with growth factors. What remains unchanged over the past few years, it’s the surgical techniques for placement of graft materials. This article reports a clinical case of grafting in the posterior mandible, using the tunneling technique proposed by Valcanaia et al.17 (2008). This technique allows the gain of bone height and thickness in the region grafted with minimal tissue exposure. In this report, we describe a clinical case of bone grafting in the posterior mandible, a region regarded as one of the hardest to gain in bone height.
 
Descriptors: Bone graft, tunnel technique, homogenous bone.
 
1 Dr. em Cirurgia e Traumatologia Bucomaxilofacial - PUC RS, prof. Coord. do curso de Esp. Implant. da ABCD-SC regional de Balneário Camboriú.
2 Ms. e Especialista em Implante Dentário. UFSC, profª do Curso Esp. Implantodontia da ABCD-SC regional de Balneário Camboriú. 
3 Mestrando em Biologia Oral - FOB/USP,prof. do Curso Esp. Implantodontia da ABCD-SC regional de Balneário Camboriú.
4 Ms. em Implantodontia, prof. do Curso Esp. Implantodontia da ABCD-SC regional de Balneário Camboriú.
 

Arquivos para download

EDITORA PLENA